Esperança, qual o seu real significado?

No momento pandêmico que estamos passando qualquer notícia provoca os mais diversos sentimentos ou emoções em nós: Euforia, tristeza, conforto, solidão, abandono, alívio. Ou seja, são tantos sentimentos que não podemos classificar. Porém, dentre esses sentimentos, um dos mais importantes, que aos poucos vai assumindo o seu lugar, isso porque ainda existem os pessimistas, é a ESPERANÇA!

A princípio, a Esperança nos traz alento quando há tantas incertezas. Assim como, expectativas de dias melhores. Do mesmo modo, acreditar que tudo vai passar e voltar à normalidade, também, é uma forma de ter esperança.

Esperança por mais liberdade

Agora, a esperança está na ciência e na perspectiva de conseguir atingir o seu objetivo: frear o inimigo comum a todos nós, a Covid-19. Ou pelo menos, diminuir o número de suas vítimas. No entanto, a verdadeira esperança, isso eu falo por mim, está na possibilidade de sair às ruas sem medo.

O vírus é um inimigo invisível que dá a sensação de espreitar em cada esquina. Por isso, ter de volta a liberdade de caminhar pelas ruas sem “olhar sobre o ombro” com medo do seu avanço, é o maior desejo, sonho ou esperança, a definição é totalmente pessoal, que podemos almejar neste momento.

Por isso, devemos sim ter ESPERANÇA. Não só por causa da ciência que a cada ano evolui, mas, principalmente, pelo criador dela. DEUS!

É verdade que após um ano de muita luta para vencermos essa guerra, sendo que, cada dia é uma batalha que aprendemos a superar, as perspectivas em relação ao futuro nos leva a crer que nada será como antes. Entretanto, se podemos tirar duras lições de tudo o que está acontecendo, eu posso citar o AMOR e a SOLIDARIEDADE.

Amor e solidariedade

Atualmente, vivemos num mundo onde o amor está se “esfriando”, como diz a Bíblia, e apenas uma parcela da humanidade é capaz de abrir mão do seu “eu” em nome da solidariedade. Contudo, podemos notar essas duas ações bem definidas nas mãos que se unem em meio ao caos.

“A maior parte das coisas importantes no mundo foram realizadas por pessoas que continuaram tentando quando parecia não haver esperança de modo algum.“ — Dale Carnegie

São as pequenas atitudes que fazem a diferença, principalmente, na vida daqueles onde uma palavra de conforto tem o poder de curar a alma, ainda mais quando os afagos e abraços, segundo especialistas, ainda estão numa realidade distante.

Sendo assim, é possível falar em ganhos em meio há tanto sofrimento? Gostaria de crer que sim.

O ser humano é visto, na maioria das vezes, como um ser egoísta. No entanto, quando alguém estende a mão para outra pessoa a fim de confortá-la, mesmo sem conhecê-la, me faz ter ESPERANÇA na maior criação de Deus.

Às vezes somos considerados seres evolutivos, e sem entrar no mérito “criação versus evolução”, se evoluímos para sermos melhores, então a criação valeu a pena. Isso também é ESPERANÇA.

Por tanto, se aprendermos a olhar além da dor e do sofrimento, independentemente das circunstâncias, ou seja, o ganho em meio às perdas, com certeza teremos esperança de dias melhores ou de sermos pessoas melhores.

Sim, a palavra ESPERANÇA evoca muitos significados.

Qual é o seu?

Abraços e até a próxima reflexão!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.